MENU

publicado em: 05/08/2015

2015 tem se mostrado um ano complicado. As margens de manobra diminuíram, as oportunidades estão mais escassas, o telefone não esta tocando e nós já notamos que tem muita gente torcendo para que o ano termine.

Porém, Dezembro vai demorar de chegar, e nós não podemos cruzar os braços e torcer para que uma solução caia do céu. Precisamos fazer mais com menos, ser cirúrgicos nos investimentos e potencializar os resultados. Temos que fugir do efeito rebanho, deixar o problema um pouco de lado, pensar juntos, construir as soluções a quatro mãos. 

Não existe receita de bolo

Primeiro ponto: - Não há solução pronta para sua empresa. Acreditamos que não existam fórmulas ideais que possam ser replicadas a todos os modelos de negócios. Cada mercado tem suas particularidades, cada empresa tem o seu ambiente interno e externo muito particular.

Então, se alguém bater na sua porta com os "Cinco passos ...", ou as "Quarenta lições de...", FUJA!  

Entre não fazer nada e fazer algo sem pensar, não faça nada

Parece ser errado dizer para não fazer nada diante de um problema, mas quando estamos sem espaços para erros, uma atitude impulsiva pode ser um tiro no pé. Vamos sair do “eu acho” e partir para os números antes de tomar qualquer atitude. 

Não se desespere

Na recessão é difícil acreditar que existe uma saída, ou quando existem elas estão aparentemente fora de alcance, os clientes cobram melhorias, os credores cobram atitudes e ficamos a beira de um ataque. Não perca o controle. Tente visualizar o problema de outro ângulo, a solução existe você só não visualizou ainda.

Minimiza recursos, potencialize resultados

Não podemos parar de vender, e para vender é preciso falar que está vendendo. Mas quando a verba diminui é melhor ser cirúrgico nos investimentos, priorizar meios que aceitem orçamentos menores, que sejam mais segmentados, flexíveis e eficientes, mas que principalmente mostre em números o resultado do esforço. 

Retenha clientes

Conseguir novos clientes vai ser um desafio, portanto é importantíssimo manter os clientes que já são da casa. Investir em relacionamento, SAC e pós-venda pode ser extremamente valioso e rentável para seu negócio.

Existem oportunidades

Na recessão, os clientes tendem a tomar novas atitudes de consumo e é justamente essa mudança de comportamento que deve guiar as estratégias da empresa. Perceber os desejos da base de clientes, se moldar para atender a essas novas demandas é essencial para manter o fluxo das vendas.

Prossiga com o marketing

Seja qual for o seu segmento, o marketing é essencial para entender o mercado, pensar em novos produtos, definir um novo posicionamento e principalmente colocar uma luz sobre os investimentos da empresa. É preciso aliar métricas de investimento e retorno, com criatividade na mensagem e no produto. 

Nós entendemos que o momento é delicado e que ninguém sabe direito o que fazer, mas nossa postura não é ficar debatendo sobre a crise, nós queremos assumir o controle da situação, desenvolver as soluções que nosso mercado precisa e enxergar o contexto de uma forma mais ampla, só assim vamos conseguir aproveitar as oportunidades que vão aparecer. 

Inovar agora pode ser o que faltava para impulsionar o seu negócio, pense a respeito e venha conversar com a gente.     

Isaac Veloso

Sempre achei que trocando informações e debatendo pontos de vistas chegamos às melhores soluções. É justamente esse o caminho que vamos fazer aqui.

DEIXE SEU COMENTÁRIO